A estrela de Will & Grace recebeu um prêmio no Outfest Legacy Awards este fim de semana, mas admite que ainda se arrepende de não ter saído do armário mais cedo, enquanto o programa ainda estava no ar.

Ele foi ovacionado de pé após seu emocionante discurso, em que disse ser “consumido pelo que não fez”.

“Eu era um ator jovem enrustido, tendo a primeira experiência de ter sucesso e, infelizmente, na minha cabeça, esse sucesso estava diretamente ligado a estar no armário, para continuar seguindo em frente”, Hayes disse à plateia.

“Quando noites e honras como essas acontecem, eu me sinto consumido pelo que não fiz”.

Sean Hayes é um ícone da cultura LGBT desde seu papel como Jack McFarland em Will & Grace, que ficou no ar de 1998 a 2006.

Apesar de seu personagem ser beeeeem assumido, o ator mesmo só foi se assumir publicamente gay em 2010, quando o programa já tinha saído do ar.

“Eu sei que deveria ter saído do armário mais cedo e sinto muito por isso. Especialmente quando penso na diferença que eu poderia ter feito na vida das pessoas. Eu poderia ter dormido muito melhor do que durmo hoje se tivesse agido antes, mas assim é a vida. Nós só aprendemos as lições quando estamos prontos.”

Confira o discurso (em inglês):

Hayes casou com seu companheiro Scott Icenogle em 2014. Ele se reuniu com o elenco original de Will & Grace recentemente para um microepisódio especial em apoio à candidatura de Hillary Clinton à presidência dos Estados Unidos.

Sean, a gente te ama do mesmo jeito! Você, pra sempre será Jack McFarland em nossos corações. 💜