queerfeed-ryan-reynolds-deadpool-03Ryan Reynolds deu uma entrevista à Variety falando sobre o quanto gosta do personagem Deadpool, e o quanto iria gostar de vê-lo com um namorado no segundo filme da franquia, que já foi encomendado.

“O orçamento não vai ser fenomenalmente maior”, Ryan começou, “[mas] quem sabe? Talvez o orçamento seja maior – qualquer coisa pode acontecer”.

De acordo com o gato, esse ‘qualquer coisa’ pode incluir até unir o primeiro super-herói pansexual da Marvel com um pretendente masculino.

“O que o amor significa para o Deadpool pode não ser exatamente o que significa para o Batman ou outro super-herói. Acho que daria para brincar mais. Ele é um estranho de todas as formas”, disse o ator.

“Eu adoraria interpretar o Deadpool por quanto tempo me deixassem interpretá-lo. Ele tem facetas e histórias para um grande número de filmes”, completa.

queerfeed-ryan-reynolds-deadpool-02

No último ano, a Marvel lançou um bom número de histórias LGBT, incluindo “World of Wakanda”, uma série sobre um grupo de mulheres negras queer no universo Pantera Negra e um focado no Iceman, mutante gay.

Com essas empreitadas positivas, essa pode ser a hora perfeita para a Marvel parar de ser tão sutil sobre a sexualidade do Deadpool e deixá-lo ser o primeiro verdadeiro super-herói LGBT.

Já pensou, gente? Seria tudo, né?