Há algum tempo o rumor foi jogado na internet! Muito se especulou, e aí o Meio e Mensagem confirmou que a Endemol Shine Brasil, em acordo com a Passion Distribution irá comercializar a versão brasileira da corrida mais drag do mundo!

Juliana Algañaraz, diretora geral da Endemol Shine Brasil afirma que RuPaul’s Drag Race cresceu muito no Brasil, principalmente nas redes sociais. O diretor criativo Eduardo Gaspar afirma que o público tem pedido por uma versão nacional. “Agora temos os direitos de produção do formato no Brasil, como fazemos com o Masterchef”.

O primeiro ponto a se considerar é esse: a Endemol vai comercializar, mas será que algum canal vai comprar?

Juliana contou que “no momento estamos vendendo cotas de patrocínio para marcas e depois vamos oferecer para os canais. Este projeto tem potencial para branded content [propagandas feitas dentro do programa, mescladas ao conteúdo], afinal, diferente de outros projetos, é algo que vai gerar tendência. Consideramos a ‘next big thing’.”

“Estamos muito felizes de representar esse formato no Brasil e poder gerar conteúdo sobre o mundo drag, cuja cena nacional está ganhando cada vez mais espaço. Hoje temos Pabllo Vittar, Gloria Groove, Aretuza Love e muitas outras drags”, diz Eduardo.

Apesar de o apresentador ainda não estar confirmado, a vinda de Ru está garantidíssima.

“Ele tem um desejo pessoal de vir ao Brasil e quer pessoalmente participar o máximo possível. De alguma forma teremos a participação dele”, diz Juliana. “Estamos trabalhando criativamente para viabilizar a presença do RuPaul em todos episódios ou em alguns deles”, conta Eduardo.

Só que, ainda não existe nada confirmado, nem apresentador, nem painel de jurados, nem participantes, muito menos data de estreia, “pois no momento estamos focados em vender o formato”, termina Eduardo.

O Agora noticiou no final de agosto que a Band e o Multishow despertaram interesse no programa.

Mas como nem tudo são flores, Mama Ru nos fez o favor de confundir nossa cabeça este último fim de semana quando negou a informação no tapete vermelho do Emmy Awards, dizendo que são só rumores. Mas será mesmo?

E aí, pra piorar a confusão, a bonita ainda me posta no Twitter a notícia da Endemol.

A Tchulim também contou no podcast do PapelPop, Um Milkshake Chamado Wanda, que esteve em uma reunião sobre esse projeto e revelou que, dependendo da emissora que comprar o projeto (porque as cotas de patrocínio são muito caras), eles conseguem trazer o próprio RuPaul para gravar por 20 dias, o que seria o suficiente para apresentar o programa inteiro!

Mesmo assim, na pior das hipóteses, Ru vem para pelo menos o primeiro e o último episódio. Disse até que a Netflix também tem interesse no projeto brasileiro.

A gente sabe que RuPaul adora fazer um suspense, desviar dos assuntos polêmicos para fazer surpresa!

Vamos observando…