O Edifício Copan em São Paulo é o maior complexo residencial do Brasil e é um ícone da arquitetura de Oscar Niemeyer, com seu formato de bandeira. São 30 andares e 1.160 apartamentos e a maior população vivendo em prédio no Brasil.

Tendo esse marco arquitetônico em vista, o arquiteto goianense Matheus Vaz vislumbrou um presente para a população LGBTQ na cidade de São Paulo: iluminar a fachada do Copan com as cores da bandeira LGBT entre os dias 19 e 29 de junho, comemorando os 50 anos da Revolução de Stonewall.

O projeto, que tem o apoio da administração do prédio, vai contar com nada menos que 4.232 lâmpadas distribuídas em pontos estratégicos da fachada, para colorir a icônica construção durante as datas, que incluem a data da 23ª Parada LGBT de São Paulo, a maior do mundo!

“A Bandeira” visa levantar nossos olhares à imensidão que é a diversidade humana. Através das cores da bandeira que marca a luta por direitos LGBTQIA+ queremos trazer o foco para a luta diária que é resistir ao preconceito e ficar de pé e cabeça erguida nas ruas, da maneira que somos e sentimos ser. Iluminando a bandeira em meio ao caos urbano do Centro de São Paulo queremos manifestar nossa (re)existência e profundo respeito pela diversidade de nossa gente e nossa cidade, que tanto merecem cuidado.

A tela branca que atualmente cobre a fachada do edifício deve servir de instrumento para transformá-lo na nossa bandeira tão colorida.

Simulação em pintura digital

“A Bandeira” também vai levantar recursos para a obra de reforma da fachada do edifício, atualmente orçada em 24 milhões de reais para a troca das pastilhas que têm se descolado, oferecendo perigo aos pedestres.

Parte dos recursos levantados pelos projetos também será revertido para instituições da causa LGBTQ.

O projeto “A Bandeira” está buscando ser viabilizado através de financiamento coletivo e apoio da iniciativa privada, com a meta de aproximadamente R$ 160 mil. E o melhor: a campanha é tudo ou nada. Se a meta não for alcançada, todo o dinheiro é devolvido aos apoiadores.

Para apoiar esse projeto tão incrível, visite a página do Catarse do A Bandeira. Acompanhe também o Instagram do projeto.