Meryl Streep tem sido um ícone gay há décadas. Mas, mesmo tendo uma lista infindável de prêmios, ela nunca foi premiada pelo seu trabalho com a comunidade LGBT – até agora.

A Human Rights Campaign (Campanha dos Direitos Humanos) premiará a lenda vida com o título de Aliada pela Igualdade 2016, dia 11 de fevereiro, em Nova York.

queerfeed-meryl-streep-premio-lgbt-2

O prêmio reconhece “esforços excepcionais daqueles que usam sua voz e publicamente apoiam a comunidade LGBTQ”.

“Ao longo de sua carreira fenomenal, Meryl Streep usou sua voz em prol da comunidade LGBTQ”, disse o presidente da HRC Chad Griffin. “Seja através de seus papéis icônicos que trouxeram visibilidade às pessoas LGBTQ, ou falando abertamente pela igualdade com coragem, Meryl Streep incorpora a natureza do que significa ser uma aliada de nossa comunidade”.

Os espectadores queer têm tido uma grande afinidade pelo trabalho de Streep em filmes como O Diabo Veste Prada, A Morte Lhe Cai Bem, Mamma Mia!, Lembranças de Hollywood e Caminhos da Floresta. Além disso, ela interpretou personagens gays em Silkwood – O Retrato de Uma Coragem, de 1983 e As Horas, de 2005.

queerfeed-meryl-streep-premio-lgbt-3

Além disso, a deusa também estrelou na adaptação do drama sobre a AIDS de Tony Kushner da HBO, Angels in America, uma interpretação que ela chamou de uma das mais importantes de sua carreira.

Antes da premiação em fevereiro, Meryl ainda receberá o Lifetime Achievement Award, que premia atores que tiveram carreiras excepcionais, no Globo de Ouro, em janeiro.

Existe alguém que não ama a Meryl, meu Deus?