Jonathan Van Ness se abriu recentemente sobre sua luta contra o vício, sendo um sobrevivente de abuso sexual e fazendo parte da “bela comunidade soropositiva”.

Livro de Jonathan Van Ness, Over The Top. Foto: Divulgação

Em um perfil publicado neste sábado pelo The New York Times, a co-estrela de Queer Eye disse que estava se preparando mentalmente para o lançamento de sua biografia em 24 de setembro, chamada Over the Top (“Exagerado”, em tradução livre).

“Eu tive pesadelos todas as noites nos últimos três meses, porque tenho medo de ser vulnerável às pessoas. ”

Com relação ao seu status positivo de HIV, o fofo de 32 anos disse que inicialmente não tinha certeza se deveria discuti-lo publicamente após o sucesso de Queer Eye, da Netflix, a série de transformações estrelando o “Fab Five”, que estreou em fevereiro de 2018.

“E eu fiquei tipo: ‘O governo Trump fez tudo o que pode para que a estigmatização da comunidade LGBT prosperasse ao meu redor'”, disse ele, acrescentando: “Sinto a necessidade de falar sobre isso”.

Jonathan Van Ness disse ao Times que considerava importante juntar-se às pessoas públicas que estão trabalhando para combater os equívocos e estigmas sobre como é viver com HIV.

Leia também: Mitos e verdades sobre a AIDS

Em outra parte da entrevista, Van Ness compartilhou que foi abusado quando era muito mais novo por um garoto mais velho de sua igreja.

Foto: Divulgação

“Para muitas pessoas que são sobreviventes de agressão sexual quando jovens, temos muitos traumas compostos”, disse ele.

Ele também falou sobre sua jornada crescendo em Quincy, Illinois, tornando-se o primeiro líder de torcida homem de sua escola e lidando com assédio, rumores e humilhação na escola.

“Eu era muito gordo, muito afeminado, muito alto e muito amável”, disse ele.

Van Ness, que recentemente se revelou não-binário, também refletiu sobre seu vício passado em drogas e sobre fazer sexo por dinheiro quando encontrou problemas financeiros nos anos seguintes ao ensino médio.

Foto: Divulgação

Agora famoso cabeleireiro, Van Ness descreveu o episódio em que desmaiou em um salão enquanto estava com um cliente, aos 25 anos como um ponto de virada.

Van Ness, que recebeu três indicações ao Emmy por sua série de paródias de 2013, Gay of Thrones, disse em um post no Instagram que compartilhar sua história é a “oportunidade mais importante” que teve.

“Estou aliviado por poder falar plenamente sobre as coisas que moldam minha experiência na vida”, escreveu ele. O livro de memórias dele, disse, “fala sobre momentos extremamente difíceis, mas também é preenchido com meu humor, alegria e voz e mal posso esperar para compartilhar com você plenamente”.