Jasmine Masters é o nome artístico de Martell Robinson, que também trabalha como ator e cantor. Nascido em 16 de outubro de 1976 em Los Angeles, na Califórnia, fez sua primeira apresentação como drag em 1997, aos 19 anos, imitando a cantora Patti LaBelle.

Seu nome veio da atriz Jasmine Guy e de sua mãe drag Destiny Masters. Ela começou a tentar participar de Drag Race desde a segunda temporada, mas só entrou na sétima.

Antes de Drag Race, Robinson apareceu no filme de 2008 First Sunday como a personagem Mordecai. Jasmine apareceu junto de Willam em um episódio de The New Normal em 2013.

Ela foi anunciada no elenco da sétima temporada de RuPaul’s Drag Race em março de 2015 e foi eliminada no terceiro episódio, após um lipsync contra Kennedy Davenport, ficando em 12º lugar. Durante a exibição do programa, ela recebeu ameaças de morte online, que incluíam comentários racistas, o que eventualmente levou a RuPaul defendê-la no Twitter, e levantou a questão no finale.

Jasmine Masters foi uma das trinta drag queens a aparecerem na performance de Miley Cyrus no VMA de 2015.

Jasmine ganhou notoriedade com seus vídeos no YouTube. Seu vídeo intitulado “RuPaul Dragrace fucked up drag” (RuPaul’s Drag Race acabou com as drags, em português), criticando o retrato do programa das drags despertou ridicularização dos fãs e de queens, incluindo Phi Phi O’Hara.

Foi também por um vídeo no YouTube que Master se tornou um meme, quando Justin Bieber postou em seu perfil no Instagram.

“O programa está no ar há 8 anos, e a cena drag está ladeira abaixo desde então. Tem meninas usando calcinha e sutiã no palco achando que estão arrasando. […] Você pode gostar do que quiser gostar, […] mas isso não é drag para mim.”

Por causa do seu sucesso viral, Jasmine é a apresentadora de seu próprio programa na web com a WOWPresents chamado Jasmine Master’s Class, que estreou em 2018.

Em novembro, Jasmine foi anunciada como parte do elenco de RuPaul’s Drag Race All Stars 4. Jush!

De acordo com o site Them., Jasmine tem em sua vantagem ter sido eliminada no terceiro episódio de sua temporada, sendo uma peça coringa por tradição. Mas o All Stars é um veículo para RuPaul trazer de volta à tona queens que se destacaram desde que apareceram no programa e, levando isso em consideração, talvez não haja nenhuma outra drag melhor para  o retorno. Desde que saiu do programa, Jasmine se tornou uma favorita dos fãs pelos vídeos no YouTube e no Instagram, onde ela gonga tudo e todos. Ela tem o dom de um belo timing para a comédia de uma forma que não dá para ser ensinado. Então, em desafios que pedem carisma natural, Jasmine pode ser uma ameaça real.

Em compensação Jasmine Masters nunca teve a oportunidade de mostrar sua habilidades durante sua breve participação em Drag Race. Por ter entrado no programa mais como uma fã que estava animada de estar onde estava do que uma queens preparada para fazer o que fosse para ganhar, sua personalidade solar a custou a competição. Agora, mais de três anos depois, espera-se que seu talento competitivo chegue com mais foco e com os olhos focados no prêmio.

“Eu só desejo que as pessoas se encontrem e se amem. Quando você chega ao ponto de se amar acima de todas as coisas, aceita suas falhas, as coisas negativas que as pessoas falam sobre você não te atingem”, disse a sábia Jasmine Masters em sua entrevista promocional do All Stars 4.

RuPaul’s Drag Race All Stars 4 estreia dia 14 de dezembro na VH1 americana e on demand pela WOW Presents Plus.