A ideia do QueerFeed é trazer conteúdo de qualidade pra quem divide alguns momentos do seu dia a gente. Por isso, é uma honra apresentar gente que tem um trabalho bacana, que vem pra somar!

Conheça Gu1hgo, que vem fortalecer cenário hip-hop queer brasileiroConheça o Gu1hgo, que chega pra fazer barulho com um discurso que o próprio define como “anti-normatividade”. Fugindo dos “rostos bonitos, dentes perfeitamente alinhados e uma cor que normalmente não representa a maioria das pessoas em nosso país”, as letras do rapper trazem a realidade, sem filtros. Sem medo.

O jovem rapper Guilherme Leone, de Guarulhos, vem na leva de novos grandes artistas que têm trazido visibilidade à comunidade LGBT fora do padrão, como Rico Dalasam e Pabllo Vittar. Sua música fala de empoderamento gay e negro, numa indústria majoritariamente branca e masculina, o que tem feito as pessoas buscarem outros artistas para acompanhar:

“Isso tem feito com que os chamados ‘guetos’ se identificassem muito mais com anti-heróis, com pessoas comuns, que colocam a realidade em suas músicas, que se posicionam sem medo.”

Ser negro, gay e fazer rap nesse país é bem difícil, e dizer de forma direta e objetiva, é mais difícil ainda.  E é a isso que o jovem Gu1hgo, de apenas, 24 anos, se compromete. Representando o movimento conhecido como Queer Rap, ele diz ter fortes influência de artistas como Le1f (de quem se inspirou para usar o número 1 no nome), Kelis, Mary J. Blige, Frank Ocean e Todrick Hall.

Conheça Gu1hgo, que vem fortalecer cenário hip-hop queer brasileiro

 

Seu primeiro single, “Chega, Chegando”, que vem sendo tocada em algumas festas do circuito alternativo, já avisa:

“Chega chegando, mas bate palma pra mim”.

Gu1hgo assume essa atitude incontestável, com uma imagem forte e personalidade excêntrica e diz que não tem planos de mudar a abordagem:

“Se tiver que aparecer na TV às 16h num domingo, recomendo que tirem as crianças da sala, ou as deixem aprender um pouco sobre respeito ao próximo”.

E ainda fala dos desafios que enfrenta ao tentar quebrar paradigmas:

Conheça Gu1hgo, que vem fortalecer cenário hip-hop queer brasileiro“É engraçado ver como homens héteros, rappers, parceiros do ramo avaliam minha música. Eles, muitas vezes, me chamam pra tocar em seus bailes, mas sempre acompanhando o convite vem um ‘mas pega leve, não precisa vir tão pesado [maquiado], e você pode pegar mais leve na rima’. Já ouvi tanto isso, e as vezes é mais difícil tocar , mas escolhi fazer as coisas como faço, e não me arrependo nenhum segundo pelas decisões que tomei. Entrego rimas honestas, falo do que vivo e me empodera a cada dificuldade.”

O clipe do segundo single do rapper é um lançamento em parceria exclusiva com o QueerFeed! Olha que orgulho! “DO1D4” vem com uma letra forte, pra derrubar os padrões: “Não sou e nem curto as bicha normativa. Não gosta do look, se mata e me avisa”, diz Gu1hgo na faixa.

Com uma pegada um pouco mais pop e dançante, a música chega pra falar de liberdade de gênero. E o videoclipe estreia em primeira mão aqui no site! Vem assistir (e curtir) “DO1D4”!

As músicas fazem parte do projeto “Medusa”, seu primeiro EP, ainda sem data de lançamento, mas já disponíveis no YouTube e no Spotify.

Tá, meu bem? A gente ainda vai ouvir falar muito nesse rapaz!