Em entrevista à Attitude, a mais ácida das queens Bianca Del Rio conversou com Edward Dyson sobre tudo: de Trump à sequência de seu filme Hurricane Bianca.

Perguntada sobre o sucesso de seu primeiro longa, ela diz: “Todo o crédito é do meu amigo Matt Kugelman, ele é o gênio que escreveu e criou. Era um projeto no qual estávamos trabalhando havia algum tempo e ficamos muito gratos por termos finalmente gravado, lançado.”

E o melhor: “Agora estamos trabalhando na sequência, que esperamos gravar este ano ainda. Sim, vai ter um Hurricane Bianca 2 […] mas ainda não sei quando vai ser lançado exatamente, mas estamos trabalhando nas agendas de todos os envolvidos”.

queerfeed-bianca-del-rio-puta-da-vida

Perguntada se haverá mais participações no filme, Queen B diz que “será a maior parte do elenco do primeiro filme. Claro que Willam, Shangela, eu, e Rachel Dratch estarão nele”.

Sobre a relevância do aspecto político do filme, de que ainda é legal demitir alguém por ser gay em alguns estados americanos, ainda mais agora com Trump na presidência, Bianca diz: “era algo de que eu não tinha ciência. Não tinha certeza de ser demitido por ser gay existia, até que Matt me deu a informação, e eu fiquei arrasada, isso é absurdo!”

“Além de termos retrocedido 100 anos com Trump na presidência, o que é um pesadelo! Mas foi uma boa forma de trazer a atenção das pessoas, […] foi um excelente trabalho do Matt. Eu só fiquei feliz de dar vida à história”.

A revista perguntou também se Bianca se preocupa que os direitos LGBT estão ameaçados agora que Trump está no poder. “Eu acho que tudo está ameaçado na Casa Branca porque ele é um idiota. Não só meus direitos, mas o mundo. É absurdo o estrago que ele já fez em duas semanas, inimaginável, então estou rezando pra que a gente passe bem por esse momento”.

queerfeed-bianca-del-rio-judging

Sobre um possível retorno para um novo All Stars, em que todas as vencedoras voltassem, Bianca é categórica: “Absolutamente não, não, não tenho vontade. Tive uma oportunidade incrível que acabou tão bem que a única forma de ficar interessante, seria acabar comigo. É um programa de TV, mais que uma competição, e eu participei, fui bem, e estou bem com isso, não tenho a menor vontade de voltar. É como o ensino médio, foi divertido, mas não tenho o menor interesse de voltar. Se me garantirem US$ 1 milhão, talvez eu considere, senão, não. Estou muito mais feliz trabalhando por conta própria.”

Apesar disso, a queen disse que teria interesse em participar do programa de alguma outra forma, mas sabe que não aconteceria:

“Eles não nos usariam como jurados, não é assim que funciona. Adoraria participar de qualquer outra forma. Você vê os jurados que eles têm, e nós estamos aí disponíveis, mas nunca foi uma oportunidade para nós. […] Acho que é uma boa fórmula que eles têm. Mas eu não recusaria”.

Seria divertido, né?

queerfeed-bianca-del-rio-smiling